27.2.07

PASSARINHOS








Uma amiga enviou-me esta manhã um texto que dedicou a um passarinho que todas as manhãs a acorda.

Gosto muito de passarinhos... Aqui fica o texto

A UM PASSARINHO


Não sei que nome tem
A ave que vem
Acordar-me
A avisar das horas
Do dia que chega.
Tem um cantar estranho
Que me lembra um som...
Que me inspira paz para aceitar meu dia

Tentei uma vez
Saudar a ave
Ver como era o tom das penas
De quem todos os dias me diz:
« Eu já aqui estou
feliz
e a cantar ».
Julgo que não gostou
E apenas vi
Um esbelto esvoaçar.

Deixo-me embalar
Em meu ninho fofo
A ouvir aquela melodia.
Penso ser alguém
Que vem
De mansinho
Trazer cada dia
Uma canção bonita
E me faz pensar
Que afinal
Na vida
Ninguém está sozinho

E fico feliz
Porque uma ave veio
Pela madrugada
Dizer-me ao ouvido:
« Eu já vi o dia! »


3 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Deverias ter visto a exposição dos desenhos LINDÍSSIMOS que os alunos dos 3º e 4º ano fizeram, em troca de terem ouvido a história do ROUXINOL e do IMPERADOR.
Quando a visitaram, eles próprios pareciam uma bando de aves em alegre chilreada: "OLha o meu!!! Olha o Meu!!!
São momentos irrepetíveis!

Jorge Sália disse...

Gostaria, sim. Onde foi isso?

Ema Pires disse...

De que maneira simples e extremamente poética se podem dizer as coisas.
Beijinhos