9.4.08

VOLTEI !



Pronto, já aqui estou!
É muito bom partir para longe. E é muito bom regressar.
Pelo meio ficaram dias que pareceram anos, de tão grandes que foram. Pelas distâncias percorridas, as coisas vistas, as pessoas conhecidas.
Muito a partilhar neste espaço.

Por exemplo: Florença! Cidade sonhada, lugar mítico. A velha ponte, única no mundo! Olhando-a de longe, fotografando-a de vários ângulos, percorrendo-a, lembrava o poema de António Gedeão, dedicado a Galileu. Era difícil acreditar que eu estava mesmo ali!


POEMA PARA GALILEU


Estou olhando o teu retrato, meu velho pisano,
aquele teu retrato que toda a gente conhece,
em que a tua bela cabeça desabrocha e floresce
sobre um modesto cabeção de pano.
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da tua velha Florença.
(Não, não, Galileo! Eu não disse Santo Ofício.
Disse Galeria dos Ofícios.)
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da requintada Florença.

Lembras-te? A Ponte Vecchio, a Loggia, a Piazza della Signoria…
Eu sei… eu sei…
As margens doces do Arno às horas pardas da melancolia.
Ai que saudade, Galileo Galilei!
(…)

5 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Méon,

a magia do mundo antigo permanece nas pequenas maravilhas que o ser humano ainda consegue preservar...

"Brigados" pela partilha!!!!

Azul disse...

Olá meu caro amigo. Bom tê-lo de volta e saber que, na sua ausência foi a uma das mais maravilhosas cidades que tb já tive oportunidade de visitar. É realmente um tesouro, um museu vivo e eterno. Guardo-a na lembrança como das mais belas recordações de sempre, não só pela sua beleza como tb pelo facto de ter tido a possibilidade de a visitar com o meu irmão Francisco, amante da História e de museus belos como o é esta cidade. Um grande abraço para si. Até breve. Azul.

Méon disse...

Avelaneira:

A magia, sim! - vivida junto às "margens doces do Arno".

----------------------------------

Azul:

Obrigado pelo testemunho de sensibilidade e de vida vivida, sobretudo quando nos fala de alguém que a vida levou...
"...horas pardas da melancolia"

alcinda leal disse...

Regresso em grande forma com coisas bonitas para contar!
bjs

LeniB disse...

Já sentia a tua falta...Ainda bem que andaste a passear!
Lindo poema (acho que foi a primeira coisa que coloquei na minha blogocena!)