9.10.12

Idosa de 99 anos passa os dias a pedir na rua para ajudar a família dese...



Querida velhinha! Nossa querida mãe...
Pobre e desgraçado Portugal.

Levantemo-nos contra os vendilhões da pátria!

3 comentários:

Anónimo disse...

Todos deveriam ser iguais, seja perante a lei ou seja inoperante a lei. ( frase do livro desaforismos de Georges Najjar Jr )

redonda disse...

Parece ser uma senhora tão bonita por dentro, como o que ela diz no final, que já foi feliz e que agora não é, porque a sua filha não é feliz.

BRANCAMAR disse...

Lamentável e comovente.
Muitos de nós deixaram de ser felizes perante a incerteza do futuro dos filhos e dos filhos dos outros, como é este o caso.
Sacrifício descomunal o desta senhora. Já vi disto na infância ou se calhar nem tanto, ganhava-se muito pouco, mas havia emprego, onde vamos parar?

Beijos