3.12.08

CEREBROPATIA


As declarações do sr. Jorge Pedreira, hoje, a propósito da greve dos professores! Manual completo da intrujice palerma!

Gostei daquela de ele dizer que os professores é que vão ser os grandes prejudicados: «sem avaliação ficam dois anos sem progredir na carreira.»



Não me diga!



Outra: «Só daqui a uma semana saberemos a dimensão da greve... as faltas podem ser justificadas... há prazos...»



Chiii! Só daqui a uma semana?





E lá foi dizendo que o Ministério continua aberto ao diálogo... e patati e patacuá...cuá...cuá...
Caso de cerebropatia galopante, este pobre homem!

2 comentários:

Anónimo disse...

Ói!

Passei por aqui e li este post que eu acho que está um bocado deslocado, desculpe que diga.
Acho que a luta dos professores pode ser muito justa mas não lhes dá o direito de atacarem pessoalmente os membros do Ministério da Educação. Não acho bem que se pessoalizem as coisas, essa é uma mania dos portugueses, Passam logo das ideias ao ataque pessoal. É a minha opinião.
Gostei do resto que vi.

Leitor

Méon, disse...

Leitor:

Agradeço a sua "directa". Haja franqueza! Gostei disso.
Se quer que lhe diga, dou-lhe toda a razão!
Então estou a negar-me?
Bom, vejamos: ontem escrevi aquilo debaixo de uma intensa indignação, logo depois de ter ouvido o referido senhor dizer aquelas coisas. Claro que a indignação, em estado bruto, é a pior conselheira. Se eu tivesse esperado umas horas, de certeza que já não escrevia assim, até porque também considero que é um erro político pessoalizar demasiado as coisas. É evidente que as políticas têm rostos que não se podem ignorar. Mas há um limite de educação que não deve ser passado.
E eu ontem... é verdade! fui um bocado primário.
MEA CULPA!

MAS O TAL SENHOR NÃO TEM RAZÃO!