23.10.08

MONUMENTO NACIONAL AO ABANDONO...




Andei ontem pelas ruas de Torres Vedras a tirar umas fotos "para memória futura". Não gostei de muitas coisas que vi, de outras não digo mal, algumas agradaram-me.
Até que parei junto ao Chafariz dos Canos. E tive vergonha! VERGONHA!
Que dizer de uma família que não limpasse a casa há dez anos sob o pretexto de que tinha que fazer obras de restauro das paredes, numa hipotética data futura?
É isso que se passa com aquele Chafariz. Monumento Nacional, jóia única da arquitectura gótica civil de Portugal, referenciado documentalmente desde o Séc. XIV !

Na Câmara Municipal parece que há um ante-projecto de arranjo daquela zona e obras de conservação do monumento. Pois...



Curiosamente o Luís Filipe Rodrigues enviou-me, também ontem, este poema..

CHAFARIZ DOS CANOS

Imaginar o que fora desde o século XIV até cansa a vista
cada mês de manhã à noite a dança dos aguadeiros
e mulheres de cântaro à cinta,
mãos que se matavam por um fio de água.
Quando a luz cedia, sob os arcos ainda se ouviam as bilhas
cantando. De nenhum lado agora a água corre,
só a imaginação tacteante lembra tal salmodia.
Há muito que o mundo daí se despediu.
Dirão que é um vento bravo que nos olha, um tempo
tão veloz que sufoca sem cessar. O certo é que
nova figura há-de vir,
embora cegos fiquemos antes do sol nascer.

O que se vê após vária mudança é o que dura,
a lápide antiga, a pedra enrugada,
os coruchéus e as ameias à espera de nova lembrança.

Luís Filipe Rodrigues, Out 2008

(Clicar no título deste post para ver ligação...)

9 comentários:

Anónimo disse...

Pergunto com frequência mas ninguém me sabe responder. Do que se tem (ou não) feito do que é que nos podemos orgulhar?

CS disse...

Pergunto com frequência mas ninguém me sabe responder. Do que se tem feito (ou não)do que é que nos podemos orgulhar?

(não gosto do anonimato)

Méon, disse...

cs:

Pergunta pertinente, com certeza, e que pode ter subjacentes duas ideias, em alternativa:

1. parece que só falamos mal, nunca dizemos bem...quando há tantas coisas boas a elogiar.

ou

2. há demasiadas coisas más, não nos podemos orgulhar do saldo que é francamente negativo...

Não sei se estará de acordo.

Procuro reflectir a partir da sua pergunta e tenho dificuldade em encontrar resposta. Talvez porque me tenha habituado a ser demasiado crítico. Talvez porque tenha sonhado "amanhãs que cantam" e não me conformo com a realidade...

Sejamos mais comezinhos: só queria não ter vergonha quando levo visitantes ao Chafariz dos Canos, ao Choupal...
Claro que me orgulho de mostrar a Várzea!

Obrigado, cs, pela presença.

Méon, disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CS disse...

Sim! elogio muito, mesmo muito, todos os que não baixam os braços e lutam para que tenhamos uma vida digna.

Sem acesso à dignidade tudo é feio à nossa volta.

Anónimo disse...

O orgulho da Várzea terá custado mais de um milhão de contos (falo em escudos!) e esteve quase 20 anos no plano de actividades da CMTV. Foram dezenas de projectos e o próprio jardim foi feito e desfeito completamente, por três vezes, antes de ser o que é agora! Está bonito, talvez. Mas custou mais do que um jardim no meio do deserto da Arábia Saudita. O desprezo pelo dinheiro público só é comparável ao esbanjamento dos emires do Dubai.
Triste orgulho o nosso, companheiro. Triste orgulho.

(Fico anónimo para não sofrer mais represálias do tirano autarca e seus algozes)

Anónimo disse...

Para avaliar a qualidade de um povo basta-nos chegar a uma terra e ver em que estado está o seu património, como trata a sua herança cultural. Torres Vedras está e continuará a estar no fim da lista.
Panem et circenses!
E se faltar o pão, aumentai o circo!

(Anónimo, porque tenho filhos para sustentar e casa para pagar, pois claro!)

avelaneiraflorida disse...

Méon,

custa ver o estado do chafariz!!!! quando levo os meus "besouros" a fazer um périplo pela cidade eles chegam ali e indignam-se!!!!
Que valha a indignação!!!! Sentir-se-ão um dia responsáveis por ela??? Serão despertos para a preservação da MEMÓRIA COLECTIVA????

Valha-nos a fruição deste belo e digno poema do Luis Filipe!!!!
"Brigados" pela partilha!!!!

Beijinho.

Méon, disse...

Aos visitantes:

Partilhamos a indignação. Não a calemos!

Obrigado por terem aqui vindo!