20.11.08

COMO SE MATA UM RIO








Rio Sizandro, em Torres Vedras.




Rio? Dá vontade de chorar!
A este trabalho chamam os técnicos "regularização do leito do rio". Limpa-se toda e qualquer vegetação, rapam-se as margens e o próprio leito. Fica um caneiro a céu aberto, por onde corre uma papa negra feita de lixo, dejectos, lodo...




Sizandro! Nome tão bonito, de um rio em que muitos torrienses ainda vivos aprenderam a nadar, onde em 1926 se faziam passeios de barco a remos.
Rio Sizandro: testemunho de desleixo, incúria, indiferença ecológica.




Sugestão: canalizar aquele líquido pestilento directamente para casa dos autarcas responsáveis por esta vergonha!

1 comentário:

CS disse...

Nunca se governou em prol da nossa felicidade. Produzimos para encher a burra a meia dúzia de crápulas e o resultado é visível e olfativo.

Dói!