28.3.10

ANIVERSÁRIO

Foto de 1855. Fotografia trabalhada com pastel. Museu do Chiado. Arquivo Nacional de Fotografia.
in: O Lagar e o "Azeite herculano", Jorge Custódio, ed. Câmara Municipal de Santarém, s/d


Faz hoje 200 anos.

"Alexandre Herculano de Carvalho Araújo, conhecido entre os contemporâneos pela designação de «homem de bronze, retrato do último português velho» devido à integridade de carácter e coerência de atitudes que sempre o caracterizaram, nasceu em Lisboa em 28 deMarço de 1810."

Assim começa o texto de Maria Ema Tarracha Ferreira na introdução à antologia das Lendas e Narrativas, publicada em edição de bolso pela Ulisseia na cuidada e muito acessível colecção Autores Portugueses.
Um autor a rever com prazer e proveito, que marcou como poucos o séc. XIX português.
E depois, para quem queira saber mais, há o belíssimo estudo de Vitorino Nemésio A Mocidade de Herculano, (Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Lisboa, 2003).
Herculano será nossa companhia ao longo deste ano.

3 comentários:

Avelaneira Florida disse...

Méon,
e que excelente companhia!!!!
E lá virão: O Bobo, O Monge de Cister, As Lendas e Narrativas...e
o imenso EURICO!!!!!!

Beijinho.

Lilá(s) disse...

O meu pai tinha todas as obras de Herculano, eu jovem devoradora de livros durante as férias, acabei por ler práticamente todos e aprendi a gostar da sua obra. Agora os jovens já quase não leem e nem sabem o que perdem....
Bjs

Bravura Lusitana disse...

"Ministério ignora bicentenário de Herculano" (Jornal de Noticias,26 de Março de 2010).

Num ano em que há 10.000.000,00 € para festejar o centenário de uma república que já foi anarquista e fascista, ignora-se esta grande figura da Cultura Nacional?

Será que foi por Herculano ter dito "Se algum dia mandarem embora os reis vão ter de voltar a chamá-los"?

Estranha esta república do robalo :(