23.2.11

HÁ 24 ANOS SEM ZECA AFONSO



No Coliseu -A Morte Saiu á Rua(José Afonso)

Há 24 anos estive na enorme maré humana que encheu as ruas de Setúbal, cidade em que Zeca Afonso repousa. Ouvi-o cantar como cantor "clandestino" na Associação de Estudantes do Técnico, aí por 1969/70. Os meus filhos cresceram a ouvir a sua voz no gira-discos.
Temos muitas saudades de Zeca Afonso.

1 comentário:

Avelaneira Florida disse...

Méon,

ouvimo-lo em fundo...
e o tempo torna-se omnipresente!

Beijinho.