15.4.09

ADEUS, JOSÉ FRANCO


Morreu ontem, 14 de Abril, com 89 anos.
Durante muitos anos dedicou-se à criação de imagens de barro, criando um estilo único: Bacos, presépios, santos, figuras populares: um mundo de imaginação saído da pequena oficina onde nos habituámos a vê-lo, na sua casa/aldeia miniatura do Sobreiro, entre Mafra e Ericeira.
Hoje, 15 de Abril, faz precisamente 13 anos que morreu outra grande figura da "cultura saloia", Beatriz Costa

5 comentários:

Clotilde S. disse...

Méon,

Fui apanhada de surpresa pela morte deste querido amigo, um artista de talento, um poeta popular também.

Que descanse em Paz!

Andradarte disse...

Mais um artista que se foi.
Ficamos todos mais pobres.
Oxalá respeitem o seu espólio.

Avelaneira Florida disse...

Méon,

duas figuras de imenso valor que a memória deve continuar a preservar!!!!
Uma homenagem digna, este post!

Beijinho.

Xantipa disse...

Lembro-me bem dele e, sempre que tinha amigos de visita ao Oeste, levava-os ao Sobreiro.
Fica a obra!
Beijinhos

Maria Faia disse...

Boa noite Amigo,

Triste notícia vim aqui saber.
O grande artesão José Franco partiu... deixa-me a lembrança das vezes que o visitei e, sobretudo, do carinho com que ele falava e frabricava as suas obras de barro.
Um verdadeiro obreiro como poucos.
Ficámos mais pobres!

Um abraço amigo,
Maria Faia