5.5.10

O ESPECTÁCULO CONTINUA A DAR QUE FALAR...

A propósito do "Selecção Nacional" de que aqui falei há dois dias, estabeleceu-se entre mim e os seus criadores - o Rogério Costa e o Luís Filipe Cristóvão - uma troca de ideias e pontos de vista que me parecem um bom e produtivo resultado do serão que gastei a ver o tal espectáculo.
Aos leitores interessados basta entrarem na caixa de comentários desse post de 3 de Maio.



A arte contemporânea põe problemas muito sérios e interessantes a quem não se limita a consumir e procura compreender, como bem se viu neste espectáculo e se vê também, por exemplo, nas exposições de arte nos Paços do Concelho, como a que lá está agora, feita a partir do acervo de Serralves.
Se juntarmos a recente polémica sobre "o garrafão" e as mais antigas sobre as esculturas das rotundas, temos de admitir que a arte está na ordem do dia em Torres Vedras.
Luís Fortes ilustra neste cartoon, recentemente publicado no "BADALADAS", a forma mais superficial de abordar a questão. Há que aprofundar, ver mais fundo...

Há dias sugeri à responsável pela Galeria Municipal, Catarina Sobreiro, que organizasse um debate público sobre arte contemporânea.
Vamos discutir?

6 comentários:

Andradarte disse...

Temos direito à nossa opinião....
eu sou a favor do garrafão....
Vai promover muito , Torres Vedras..
Haja alguém com coragem..
Abraço

Rogério Nuno Costa disse...

...parece-me uma excelente ideia! apoiado!!

:)

O Idiota disse...

Caro Professor,

Concordo com essa ideia de discussão pública. Nesse sentido, e como forma de abrir uma brecha no espaço de Opinião Pública, lanço-lhe o desafio de dinamizar um debate subordinado ao tema "Arte Contemporânea e o desenvolvimento de uma Cultura Local".
O debate seria promovido e dinamizado por si e realizar-se-ia durante o mês de Junho ou Julho na Cooperativa de Comunicação e Cultura de Torres Vedras, por ocasião da programação do projecto "Antisepsys", promovido pelo colectivo Facção Canalha.
Convidamo-lo, assim, a criar um painel de 3 convidados (que detenham uma visão plural e multidisciplinar do tema proposto)e a moderar essa discussão pública.
Espero que aceite o desafio. ico à espera de uma breve resposta.

Cordialmente,

em nome da Facção Canalha

Mário Verino Rosado
(nicoverinorosado@gmail.com)

O Idiota disse...

aliás...
nicoverino@gmail.com

Cumprimentos,

Mário

Méon, disse...

Obrigado pelas suas visitas a este espaço e pelo convite.

De facto é importante e oportuno um debate sobre arte contemporânea mas eu não tenho, por ora, disponibilidade para o dinamizar. Por mim a coisa terá de ir para o próximo Outono.

Abraço!

O Idiota disse...

Caro Professor,

Infelizmente, por essa altura, já não poderei garantir a oportunidade. Como referi, este debate seria parte integrante de um projecto que estará patente até final de Julho. Daria, inclusivamente, um bom ponto de partida para a proposta de "obra" que estamos a trabalhar em colectivo.
Agradeço, de qualquer forma, o interesse e lamento a sua indisponibilidade.
Se reconsiderar, dado este tema, como refere, se constituir um hot topic da vida local, a sua participação seria bem vinda.
Mas outras oportunidades surgirão para «(...) ir mais fundo»...

Melhores Cumprimentos,
Mário