7.2.09

SABEDORIA



Baltazar Gracián: filósofo, séc. XVII.




CONHECE-TE A TI MESMO


«Os antigos escreveram-no para sempre em letras de ouro nas muralhas de Delfos e em letras de apreço na alma dos sábios:"Conhece-te a ti mesmo!" De todas as criaturas vivas só o homem erra quanto ao seu fim, só ele pode tropeçar, desviado pela própria nobreza da sua livre vontade. E a pessoa que começa por não se conhecer a si mesma nunca conhecerá bem coisa alguma. De que serve a sabedoria se não formos sábios para nós mesmos? Degeneramos em escravos dos nossos escravos tão frequentemente como nos submetemos ao vício. Nenhum ladrão, nenhuma esfinge, assalta o viajante, assalta os vivos, como a ignorância de si mesmo. A ignorância condenada à estupidez, quando não sabe não sabe e não repara na sua falta de atenção!»


Baltazar Gracián

4 comentários:

Vera Márcia disse...

Desde criança eu gostava de dizer: " se uma fada me aparecesse a unica coisa que pedia para mim era SABEDORIA e EQUILIBRIO".
Nao sei porque é k desde criança dizia tal coisa, mas fazia sentido.
Hoje, talvez nao acredite em fadas...mas o desejo de preservar a sabedoria e o equilibrio continua:)

Beijos e boa semana

Elsa Martinho disse...

Curioso...:)

Beijinho.

Clotilde S.(canela_e_jasmim) disse...

Todo o Homem tem o seu lado luz e o seu lado sombra.
Acredito que muitos são os que se negam o conhecimento de si próprios, apenas por receio de terem de se confrontar com os "monstros" que em si encerram.
Conhecer-se exige muita coragem!

Gostei especialmente deste teu post, Méon.

Um abraço

Avelaneira Florida disse...

Méon,

e na Sabedoria o Homem eleva-se.
Porém, nem sempre o ser humano se sente predisposto a querer sair da sua humanidade...

LINDOS: O DIOGO E o PEDRO!!!!!!!!

Beijinho.