21.9.10

EM 21 DE SETEMBRO DE HÁ 2 500 ANOS: A PRIMEIRA MARATONA!


Admiro os corredores da Maratona. Em tempos ainda acalentei a ideia de me preparar para a correr, nem que fosse em 6 horas! Lembro-me agora do saudoso Tio Alex, um velho atleta do concelho de Torres Vedras, que corria longas distâncias em provas regionais - mas penso que nunca correu a Maratona. Chegava mais de uma hora depois de todos os outros - mas chegava! As organizações das provas orgulhavam-se dele e nunca permitiam que a "feira" das metas fosse levantada até que chegasse o Ti' Alex! E ele lá vinha, meio torto, a sorrir, indomável na recusa de desistir.

Segundo Heródoto, o grego que escreveu a primeira História com preocupações de rigor, foi no dia 21 de Setembro de 490 a.c. que os Gregos venceram os invasores persas na batalha de Maratona - FAZ HOJE EXACTAMENTE 2 500 ANOS!

A cidade de Atenas, a cerca de 40 km, esperava ansiosa pelos resultado do confronto. Diz a lenda que as mulheres atenienses estavam dispostas, caso os gregos fossem vencidos, a suicidarem-se depois de matarem os filhos.
Após a vitória, Milcíades, chefe grego, incumbiu o soldado Filípides de levar a notícia a Atenas o mais rapidamente que pudesse. E ele correu os 42 km sem parar, chegou e apenas conseguiu balbuciar "VENCEMOS!" - caindo morto de exaustão.
Nos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em Atenas no ano de 1896, o soldado Filípides foi evocado e homenageado, com a criação da corrida da Maratona, ainda hoje a última em todos os jogos olímpicos, com 42,195 Km. Ganhou-a o grego Spiridon Louis, sagrando-se como o primeiro campeão olímpico de maratona.

Por associação de ideias, está na hora de revermos "O Homem da Maratona", esse inesquecível filme de John Schlesinger, com o actor Dustin Hoffman.

3 comentários:

Avelino disse...

Uma boa evocação, Rapaz. E uma boa foto. É tua?
Abraço

Méon, disse...

Olá amigo Avelino, obrigado pela visita.
A foto - helas! - circula na net, sem dono, e eu...
Mas é muito boa, parabéns a quem a tirou.
Outro para ti

Cláudia - Brasil disse...

Olá Méon, gostei de seu Blog.
A história faz a diferença na vida da gente.