30.1.11

ENXADA

Meus avós cavaram duramente a terra. Não por desporto em jardim de vivenda mas para granjear o sustento. Em jorna paga ou no seu quinteiro. Ainda peguei nalgumas das enxadas com que revoltavam a terra e mal as levantava. Peso de chumbo.

Hoje encontrei por aqui uns versos que vêm a propósito. Uma composição popular, na saborosa forma de "décimas", em que  quatro estrofes de dez versos glosam a quadra inicial. Cada um dos versos da quadra fecha a estrofe que o desenvolve, numa engenhosa e bem ritmada estrutura de rima.


Fui nova, cortante enxada,
Desbravei, cavei o chão,
Fui sucata abandonada,
Ando agora num canhão!


Quase me lembro de ser
A pedra dum mineral
E lembro-me a luta fatal
Do braço p’ra me colher;
Levaram-me a derreter,
Fui em ferro transformada,
Fui depois à martelada
Numa bigorna estendida,
Deram-me a forma devida
Fui nova, cortante enxada.


Comprou-me um moço posssante,
Pôs-me um cabo de madeira
E lá vou na segunda-feira
Nos braços desse gigante;
Desde esse dia em diante
Foi a minha profissão
Desbravar terras de pão,
Relvas, vinhas, olivais,
Vinte anos, talvez mais,
Desbravei, cavei o chão.


Começava de manhã
Sempre em luta vigorosa,
Mesmo em terra pedregosa,
Cada vez com mais afã,
Resisti enquanto sã
A poder ser consertada,
Já rasinha e dilatada,
Deixei de ser ferramenta,
Fui p’ró canto ferrugenta,
Fui sucata abandonada.


Passei anos sem valor
Com velhos ferros como eu,
Até que um dia apareceu
Lá por casa um comprador;
Meteram-me num vapor,
Fui a nova fundição,
Por meu destino ou condão
Nunca mais cavei na terra,
Mandaram-me para a guerra,
Ando agora num canhão!

Uma décima de Manuel de Castro,
da vila alentejana de Cuba

2 comentários:

Andradarte disse...

...um dia, por castigo...fui viver uns tempos com meus pais.No dia seguinte levantei cedo e metendo-me uma enxada
na mão, disseram....Pega na 'caneta' e
vem comnosco....Ufff..foi pouco tempo,
aprendi depressa...
Abraço

Avelaneira Florida disse...

Méon,

a veracidade da vida na expressividade das palavras.

E tantas mãos calejadas...

Beijinho.