11.11.07

MAIS UMA DICA



(Clicar na imagem para ver em grande)


Refluxo: se carregarem na palavra entrarão no blogue do Jorge Delmar.

Está no início, daí a "frugalidade" das imagens. mas tenho a certeza de que vêm aí mais. Muitas mais. E com muita piada!

6 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Méon,
Isto merece um OUTDOOR á porta de umas escolas gémeas ...

LINDOOOOOOO!

BJ.

avelaneiraflorida disse...

SOU EU , OUTRA VEZ!!!!!!
JÁ LA FUI!!!!!!

UMA AUTÊNTICA DELICIA!!!!!!
"BRIGADOS"!!!!!!!!

Méon disse...

Ainda bem que gostaste.
Semana "suportável"!.
Bj.

rendadebilros disse...

Vim retribuir a visita e, logo encontrei o " boneco" espectacular do Jorge DElmar.
Além do mais , também gostei das fotos e palavras. Espero voltar.
Um abraço.

Anónimo disse...

Nao sendo o caso do prf. Moedas, que sempre foi um docente magnífico e que sempre teve o total respeito dos alunos, a maioria dos actuais docentes é realmente incompetente e mal formada, agindo discricionariamente no seu posto de trabalho, sem prestar contas a ninguem. A sua impreparação e ignorância - sobretudo no que respeita à língua portuguesa - são deploráveis e envergonham todos os bons professores que já estão na reforma ou para lá caminham. Essa malta borra-se de medo de ser avaliada, seja lá por quem for, e apressa-se a chamar incompetentes aos alunos e aos seus pais. Defendo a democracia, mas reconheço que o CAOS instaurado na organização do ensino desde o PREC veio agora revelar-se como causa da catástrofe. Infelizmente, os únicos professores de referência que temos são aqueles que - a bem ou a mal - ainda fizeram o ensino básico ou secundário, nos tempos do antigo regime. Que tristeza! Existem excepções. Notáveis, por certo, mas não menos excepções por isso.

Anónimo disse...

Nao sendo o caso do prf. Moedas, que sempre foi um docente magnífico e que sempre teve o total respeito dos alunos, a maioria dos actuais docentes é realmente incompetente e mal formada, agindo discricionariamente no seu posto de trabalho, sem prestar contas a ninguem. A sua impreparação e ignorância - sobretudo no que respeita à língua portuguesa - são deploráveis e envergonham todos os bons professores que já estão na reforma ou para lá caminham. Essa malta borra-se de medo de ser avaliada, seja lá por quem for, e apressa-se a chamar incompetentes aos alunos e aos seus pais. Defendo a democracia, mas reconheço que o CAOS instaurado na organização do ensino desde o PREC veio agora revelar-se como causa da catástrofe. Infelizmente, os únicos professores de referência que temos são aqueles que - a bem ou a mal - ainda fizeram o ensino básico ou secundário, nos tempos do antigo regime. Que tristeza! Existem excepções. Notáveis, por certo, mas não menos excepções por isso.