15.3.08

Esta palavra "CORAGEM"


Às vezes,
parece que a vida
não é mais do que um teste
para nossa paciência e resistência.

Há dias
em que a alegria já acorda em nossa companhia;
e há dias em que nos levantamos
sem ânimo, sem mesmo saber para quê,
pois até a esperança de felicidade
parece extinguir-se.


O cansaço e a desesperança
atacam a todos, sem excepção;
e há os que sucumbem e se rendem,
abandonando a luta e aceitando a derrota.


Que tu não sejas um destes
e acordes, hoje,
como um bravo;
alguém a quem a vida, muitas vezes,
não oferece nada,
nem mesmo a esperança
- mas que, mesmo assim,
cerra os dentes,
levanta, reage e luta!


Que acordes como um valente,
de quem o destino pode tirar os sentidos e a respiração,
mas não pode tirar a coragem.


Pois, se a vida nos testa,
mostremos que nosso corpo pode ser frágil,
mas que nossa alma é de aço.


A espinha de um bravo verga,
mas não quebra!


(Desconhecido )

3 comentários:

Anónimo disse...

«Que seja colocado em todas as esquinas, escolas, repartições...»

Há poetas que por modéstia são "desconhecidos"

CS disse...

Foi CS e não anónimo que disse!

avelaneiraflorida disse...

Não conhecia este poema...
Mas acho que está muito de acordo com um lema que me foi sendo ensinado pela vida...
" antes quebrar do que torcer"!!!!