7.12.07

DANIEL FARIA


Escreveu sobre as moradas onde habitou e os caminhos breves que percorreu. Interrogou todos os silêncios, num diálogo interior que deixou milhares de palavras pelo chão antes de se ir embora. Aos 28 anos.


Os seus poemas estão reunidos num volume de 430 páginas publicado ed. Quasi.


Guarda a manhã
Tudo o mais se pode tresmalhar

Porque tu és o meio da manhã
O ponto mais alto da luz
Em explosão
(Daniel Faria)

Para saber mais: AQUI

8 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Méon, Meu Amigo

Daniel Faria!!!!!

Logo pela manhã...para encher de luz o dia!!!!
"Brigados"...

Azul disse...

Olá caro amigo, Boa Tarde para si. venho agradecer-lhe a visita sempre calorosa que me fez ao blog azul, dizendo-lhe também que gostei muito do que comentou. Na altura em que escrevi tal texto, não me tinha apercebido de que permitia uma leitura tão intensa e profunda quanto a que sentiu, e isso deixa-me feliz. Obrigada.

De passagem pelos seus últimos post's devo agradecer ainda a sugestão do livro do Sandor Marai, que vou certamente comprar para ler assim que puder, pois gostei muitíssimo do "As velas ardem até ao fim". Depois dir-lhe-ei o que acho deste, quando tiver oportunidade. Um abraço para si. Volte sempre. Até breve. maria

Azul disse...

Olá caro amigo, Boa Tarde para si. venho agradecer-lhe a visita sempre calorosa que me fez ao blog azul, dizendo-lhe também que gostei muito do que comentou. Na altura em que escrevi tal texto, não me tinha apercebido de que permitia uma leitura tão intensa e profunda quanto a que sentiu, e isso deixa-me feliz. Obrigada.

De passagem pelos seus últimos post's devo agradecer ainda a sugestão do livro do Sandor Marai, que vou certamente comprar para ler assim que puder, pois gostei muitíssimo do "As velas ardem até ao fim". Depois dir-lhe-ei o que acho deste, quando tiver oportunidade. Um abraço para si. Volte sempre. Até breve. maria

Ana Patudos disse...

Gostei muito do que li . Sou sincera , não conhecia e achei muito bom.
Desejo um bom final de semana
Ana Paula

Maria Lisboa disse...

E tantas que mais nos poderia ter dito se a sua vida não tivesse sido tão curta

Há uma palavra pessoa
Uma palavra pregada ao silêncio de dizer-se como nunca fora ouvida

Daniel Faria

Maria Lisboa disse...

desculpem... tantas mais que

Vieira Calado disse...

Os bons poetas conhecem-se à légua.
Cumprimentos

Méon disse...

Vieira Calado

Obrigado pela sua visita.
Espero que goste da surpresa que lhe faço hoje!
Abraço