4.12.07

De novo Sándor Márai


Romance húngaro do autor de As Velas Ardem Até Ao Fim, igualmente com tradução do nosso melhor "magiarista", Ernesto Rodrigues. Ei-lo, trazido por ALGUÉM que vive o natal todos os dias.
Vai andar debaixo do braço por estes tempos mais próximos...

4 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Méon, Meu Amigo

Que seja uma boa leitura!!!!
Sándor tem uma bela escrita...

Fragmentos Culturais disse...

Já é o 4º espaço que leio sobre este livro nos dois últimos dias! Interessante! Há correntes de leitura que funcionam também na Internet! E isso é profundamente enriquecedor!

Méon disse...

Sándor tornou-se um autor de culto. E com razão. A densidade dos dois anteriores que li explicam o facto.
Obrigado pela visita.

Travessa disse...

Caro conterrâneo:
Há tempos que não o visitava,mas nem sempre podemos fazer o que mais nos agrada. Ainda bem que nesta espreitadela vi uma sugestão de leitura, que desejo realizar rapidamente. "Devorei",num dia, "As velas ardem até ao fim " e achei fabuloso. Espero que "A mulher certa" me encante da mesma maneira.

Um abraço

Travessa