18.12.07

Natal de Miguel Torga

Casa onde Miguel Torga passou a infância ( S. Martinho de Anta, Sabrosa, Distr. Vila Real)








NATAL (1952)

Natal fora da casa de meu Pai,
Longe da manjedoira onde nasci.
Neve branca também, mas que não cai
Na telha-vã da infância que perdi.

Filosofias sobre a eternidade;
Lareiras de salão, civilizadas;
E eu a tremer de frio e de saudade
Por memórias em mim quase apagadas…













A mesma casa, restaurada pelo poeta, onde normalmente passava o Natal.






3 comentários:

avelaneiraflorida disse...

o natal de um homem da terra...

Méon disse...

Tantos natais... A vida em seu fluir, renascimento... morte... renasciemnto...
Que a vida nos renasça!

Anónimo disse...

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!