11.9.07

RELÓGIO DE ANTIGAMENTE


( Igreja de Santo Isidoro, freguesia do concelho de Mafra. Foto (c) Méon)


Por cima da porta da galilé, um velho relógio de pedra.
Parece uma ave de asas abertas, metáfora do tempo que voa.
Nesses tempos os relógios marcavam horas sem mecanismos complicados. Uma sombra, apenas, caminhando lentamente no mostrador. O sino da torre tocava as "avé-marias" pela manhã, ao meio-dia e ao pôr-do-sol. Ritmo lento de um tempo com outra dimensão.

2 comentários:

avelaneiraflorida disse...

E com ele o TEMPO rodou nos seus compassos, aproximando as gentes, devolvendo-as a outros lugares...
Hoje, ali permanece, quase esquecido...mas vigilante!

"BRIGADOS"!!!!!!!!!!!!!

Méon disse...

É linda esta imagem do relógio vigilante do tempo e das gentes que passam.
Quantos o viram e já não vivem?
Obrigado pela visita.