22.9.07

SEDE


A boca,

onde o fogo
de um verão
muito antigo
cintila,

a boca espera

que pode uma boca
esperar
senão outra boca?

espera o ardor
do vento
para ser ave,

e cantar.

Eugénio de Andrade

2 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Méon,

Hoje é o "dia" de Eugénio de Andrade!!!!!!

Todos nos encontramos nele...só pode ser um dia bonito!!!!

UM BOM MAR...MUITO AZUL!!!

Méon disse...

Como dizia a outra senhora: "Não há coincidências..."
Obrigado pelos desejos bonitos!